Resenha: Em Chamas



Título Original: Catching Fire
Lançamento nos EUA: 01/09/2009
Série: The Hunger Games
Volume: 2
Autora:  Suzanne Collins
Título Nacional: Em Chamas
Série Nacional: Jogos Vorazes
Lançamento no Brasil: 29/04/2011
Editora: Rocco
Páginas: 416


"Depois da improvável e inusitada vitória de Katniss Everdeen e Peeta Mellark nos últimos Jogos Vorazes, algo parece ter mudado para sempre em Panem. Aqui e ali, distúrbios e agitações nos distritos dão sinais de que uma revolta é iminente. Katniss e Peeta, representantes do paupérrimo Distrito 12, não apenas venceram os Jogos, mas ridicularizaram o governo e conseguiram fazer todos - incluindo o próprio Peeta - acreditarem que são um casal apaixonado. A confusão na cabeça de Katniss não é menos do que a das ruas. Em meio ao turbilhão, ela pensa cada vez mais em seu melhor amigo, o jovem caçador Gale, mas é obrigada a fingir que o romance com Peeta é real. Já o governo parece especialmente preocupado com a influência que os dois adolescentes vitoriosos - transformados em verdadeiros ídolos nacionais - podem ter na população. Por isso, existem planos especiais para mantê-los sob controle, mesmo que isso signifique forçá-los a lutar novamente."


Katniss e Peeta são os vitoriosos. Mas descobrem que um novo jogo acabou de começar. Um jogo ainda mais perigoso, pois agora, além de suas vidas, todas as pessoas que os amam ou são amadas por eles estão ameaçadas. A ideia das amoras foi encarada como um desafio direto à Capital. Embora a população de lá estivesse radiante com a sobrevivência do casal de desafortunados do Distrito 12, o presidente Snow deixa claro à Katniss sua infelicidade e falta de confiança.

Katniss tinha fé que tudo estaria acabado depois das “comemorações” da vitória. Agora ela se dá conta de que isso nunca irá acabar. Sua vida estará ligada aos jogos para sempre. Estará sempre lutando, se não por si mesma, por aqueles à quem ama, pelo seu lar.


A vontade de enfrentar a Capital nasce no coração de nossos personagens. Sabem que isso é impossível, mas os rumores de uma revolta começam a ser notados. Katniss está perdida entre suas opções: fugir, enfrentar ou jogar eternamente o jogo da Capital. Mas será que existe mesmo uma escolha? Seria possível fazer alguma coisa que não seja a vontade de Snow?

Nesse segundo volume da trilogia “Jogos Vorazes”, somos apresentados de forma mais íntima à Capital, e o choque de realidade é cada vez maior. Em meio a uma sociedade livre de preocupações reais como a fome, a falta de um teto ou do que vestir, os piores problemas se tornam acompanhar as tendências da moda e usar as cores da estação. O modo superficial com que as pessoas levam a vida, considerando um massacre uma forma de diversão, é chocante.

Consegui ver na história mais do que um mundo pós-apocalíptico, eu vi o hoje. Vi os quilos e quilos de comida desperdiçados, enquanto pessoas morrem de fome. Vi governantes tão preocupados em manter o poder, que deixam em segundo plano as necessidades daqueles que os veem como a última esperança de dias melhores. Vi uma sociedade tão envolvida em tentar ser melhor (a seu ver) do que o vizinho, em uma busca tão frenética por status, que as notícias de outros seres humanos morrendo de fome e frio soam como uma lenda, um conto distante com o qual nada tem a ver e nada pode fazer. Vi um capitalismo brutal onde as derrotas, as perdas de alguém, são comemoradas aos vivas por quem assiste.

Apesar de “Em Chamas” ser tão fluido e simples como o primeiro livro, o ácido de suas páginas é mais forte. Alguns trechos foram bem difíceis de mastigar.

Se aproximando do fim, o livro perde um pouco esse teor, o desespero da personagem toma rumos mais imediatos, o que me incomodou um pouco. Katniss se apavorou de mais em busca de um objetivo, mas devido às circunstâncias em que ela estava, a reação é aceitável.

A relação entre Peeta e Katniss está cada vez mais forte diante das câmeras, e longe delas eles procuram se dar bem, se apoiando um no outro para superar os desafios de suas vidas. Haymitch está sempre com eles, ajudando da maneira dele.

Durante a história, é possível sentir a atmosfera mudando. Aquela máscara de paz e servidão geral vai se descamando, revelando pessoas com vontades próprias e opinião forte. A opressão é crescente, mas a pressão contrária também é.

As mortes estão espalhadas pelos capítulos, como lembretes, avisos sem palavras. Sangue.

Ao final, lacunas são preenchidas, mas milhões de perguntas são elaboradas. Não se pode saber como será dali em diante, nem mesmo se existirá um “em diante”.

Resenha "Jogos Vorazes"
Resenha "A Esperança" 

8 comentários:

  1. Pra mim Em Chamas foi ainda melhor que o primeiro. Achei brilhante a sua resenha. Realmente se percebe a crítica à nossa sociedade nas entrelinhas da história.
    Em Chamas consegue ser ainda mais surpreendente que o primeiro livro. Teve momentos que parei de ler e fiquei falando "Não acredito!!". kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tive que parar as vezes... a cena do jantar na capital me deixou tonta rsrs...

      Excluir
  2. Só Deus sabe o quanto essa trilogia foi importante na minha vida. Cada livro eu sofria pra caramba com a Katniss e com Peeta. E até com Gale e sua incansável tentativa de estar lá.
    Eu AMO essa série de paixão.
    Ela tem conteúdo, é triste, é forte, é possível.
    Adorei a resenha!
    http://www.terradecarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carol... eu também amei a série...

      Excluir
  3. Aaah não li ainda a trilogia de Jogos Vorazes, mas definitivamente é um livro no topo da minha lista de leitura. Estou louca para ler e sei que será bem diferente do filme, por que até agora eu só assisti o filme e simplesmente odiei. Ficou muito sem sal, não parece ter conseguido alcançar a alma do livro que eu tenho certeza que é muito boa e vai me prender facil...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Prii... o que está fazendo aqui garota? tem spoiler de Jogos Vorazes na resenha kkkkkkkk...

      Você tem razão, o filme ficou um pouco sem sal, mas os livros são uma delícia ;)

      Beijinhos da Anna

      Excluir
  4. Muito bom, p mim o melhor da trilogia.

    jean augusto

    ResponderExcluir

Não deixe de dar sua opinião sobre o post.
Adoro saber o que vocês estão achando.
Prometo responder sempre que possível.
Beijinhos!!!


Delírios Lúcidos - 2013. Todos os direitos reservados - Design by Flavia Penido.
Tecnologia do Blogger.

Delírios Lúcidos